Fundação Padre Anchieta

Custeada por dotações orçamentárias legalmente estabelecidas e recursos próprios obtidos junto à iniciativa privada, a Fundação Padre Anchieta mantém uma emissora de televisão de sinal aberto, a TV Cultura; uma emissora de TV a cabo por assinatura, a TV Rá-Tim-Bum; e duas emissoras de rádio: a Cultura AM e a Cultura FM.

CENTRO PAULISTA DE RÁDIO E TV EDUCATIVAS

Rua Cenno Sbrighi, 378 - Caixa Postal 66.028 CEP 05036-900
São Paulo/SP - Tel: (11) 2182.3000

Televisão

Rádio

Grade de Programação

Domingo, 23 de Junho

ABERTURA DA EMISSORA

A VELHA HISTÓRIA DO MEU AMIGO NOVO

GRANDE ENCONTRO

NO ÚLTIMO EPISÓDIO DA SÉRIE TODAS AS CRIANÇAS SE REENCONTRAM PARA UM GRANDE NÚMERO CIRCENSE.
livre
A VELHA HISTÓRIA DO MEU AMIGO NOVO

BELLA VISITA ELIZAMA

NO PRIMEIRO EPISÓDIO DE "A VELHA HISTÓRIA DO MEU AMIGO NOVO", ELIZAMA RECEBE BELLA NA FAZENDA ONDE VIVE COM SUA FAMÍLIA.
livre
VIVER NATURAL

VIVER NATURAL 13 - FITOTERAPIA CHINESA

O programa fala sobre a fitoterrapia chinesa que é uma parte da medicina tradicional chinesa e consiste no uso de substâncias que não foram quimicamente processadas para uso terapêutico.
Conheça o Programa
livre
AGROCULTURA

AGROCULTURA - 15

VOCÊ VAI VER NO PROGRAMA AGROCULTURA DESTA SEMANA: PESQUISADORES DESENVOLVEM NOVAS VARIEDADES DE FEIJÃO CARIOCA, O MAIS CONSUMIDO NO BRASIL, PARA GARANTIR GRÃOS COM MAIS QUALIDADE E RESISTENTES AS DOENÇAS./ PLANO SAFRA É LANÇADO COM RECURSOS DE MAIS DE 225 BILHÕES DE REAIS, VERBA RECORDE PARA O SEGURO RURAL E MEIO BILHÃO DE REAIS PARA CONSTRUÇÃO E REFORMA DE CASAS RURAIS.//
Conheça o Programa
livre
VAMOS PEDALAR IV

VAMOS PEDALAR IV - 12

EP 12 - A sargento Renata Espindola da AUDAX, fala sobre seu crescimento profissional no ciclismo. Mario Canna, da Ciclourbano, fala sobre a bicicleta dobrável, Brompton. Daniel Moral e Pity Sehbe da Eureka Coworking e Tomas Martins da Tembici, falam sobre as iniciativas de incentivo ao uso da bicicleta. Zé Mario fala sobre os produtos criados pela SRD para bicicleta. Entrevista com Reindert Augustijn da Embaixada Holandesa de Ciclismo.
Conheça o Programa
livre
SAUDE BRASIL

CÂNCER DE PRÓSTATA - 2019

O câncer é uma doença cada vez mais incidente e temida pela população. Neste educativo, vamos abordar o câncer de próstata, que é o mais comum no homem, atrás apenas do câncer de pele não-melanoma. Apesar de ter uma taxa alta de cura, é uma doença silenciosa, que pode levar a óbito se não diagnosticado precocemente e tratado corretamente.
Conheça o Programa
livre
MISSA DE APARECIDA - MISSA DE APARECIDA - BLOCO ÚNICO.
livre
VIOLA, MINHA VIOLA 2018

GRANDES ENCONTROS 02 (VIOLA 2018)

Programa especial do Viola, Minha Viola com a apresentação de Adriana Farias que destaca os encontros de violeiros, cantores no programa.Participam do programa os seguintes artistas: Inezita Barroso e Papete, João Mulato e Itapuã, Pena Branca e Xavantinho, Adauto Santos, Renato Teixeira, Ronnie Von, Chico Teixeira, Gabriel Sater, Grupo Paranga, Cesar Menotti e Fabiano, Léo Canhoto e Robertinho, Djalma e Nilsinho, Vital e Biro-Biro, Fábio Lacerda, Sérgio Reis, Caçulinha.
Conheça o Programa
livre
SR. BRASIL

SR. BRASIL 539

Conheça o Programa
livre
XI FESTIVAL DE INVERNO DE CAMPOS JORDÃO (1980)

ORQ. SINFÔNICA MUNICIPAL - R.SZIDON/ J.C.MARTINS/ A.M.LIMA - DIOGO PACHECO

Conheça o Programa
livre
BRASIL TOCA - CHORO

BRASIL TOCA - CHORO - 08 - SAMBA CHORADO

Com o tema Samba Chorado, este programa destaca composições de Paulinho da Viola e Cristovão Bastos, entre outros.
Conheça o Programa
livre
JAZZ SINFÔNICA BRASIL

JAZZ SINFÔNICA BRASIL - PGM08 - TEMPORADA 1 - SPOK

Conheça o Programa
livre
NELLA, UMA PRINCESA CORAJOSA

NELLA, UMA PRINCESA CORAJOSA - 02

Sr. Clod Quando Clod perde seu convite para o café da manhã da realeza, Nella o batiza de "Sir Clod, o localizador". Uma noite em claro Quando uma fênix luminosa brilha intensamente em todo o reino, mantém Blaine acordado durante dias. Nella tenta ajudá-lo.
Conheça o Programa
livre
GALINHA PINTADINHA MINI

O ABOMINÁVEL GALO DAS NEVES - 11

O Abominável Galo das Neves / Ovo Surpresa (Morango) / Borboleto Guloso / Forma da Forma (Triângulo) / Pintura Mágica (Meu Galinho) O Abominável Galo das Neves A Galinha Pintadinha e sua família vão esquiar na neve. Apesar de se atrapalharem com suas roupas, eles vão se divertir muito e o Galo dará um super salto. Borboleto Guloso A Borboletinha e a Madrinha estão usando mágica para fazer um delicioso bolo. O que elas não esperavam é que o Borboleto faria uma mágica para o bolo desaparecer.
Conheça o Programa
livre
BUBU E AS CORUJINHAS

GIRA! GIRA!

O trio de corujinhas está coletando cores na floresta junto com a ararinha-azul, que sugere uma visita ao Campo dos Girassóis. Bubu vai com ela. A ararinha decide que primeiro quer comer coquinhos e depois tomar banho de cachoeira, enquanto Biel e Bonie vão à praia. Bonie encontra uma flor de hibisco e quer dar de presente para Bubu, então Biel e Bonie decidem ir até o Campo dos Girassóis encontrar a irmã. Mas Bubu está no rio e a ararinha diz para elas irem até a caverna que fica atrás da cachoeira. Como não encontram Bubu no Campo dos Girassóis, os irmãos a procuram pela floresta. Finalmente a encontram, momentos antes de Bubu passar pela cachoeira para ir à caverna. Biel explica para Bubu que ela não precisa fazer tudo que a ararinha faz se ela não quiser, e o trio, então, volta ao Campo dos Girassóis. Lá, uma calopsita explica que o girassol se move acompanhando o sol e, depois, no ninho, Papai Coruja explica que isso se chama heliotropismo. A Mamãe Coruja reforça a mensagem de que não se deve fazer algo só porque o outro fez, cantando depois a canção “Gira-gira girassol!”.
Conheça o Programa
livre
COCORICÓ III

COCORICÓ III - 165 - UMA FOGUEIRA PARA JOÃO

UMA FORTE CHUVA CAI NA FAZENDA E AMEAÇA ACABAR COM A TÃO ESPERADA FESTA DE SÃO JOÃO.
Conheça o Programa
livre
TURMA DA MÔNICA

BRINCADEIRAS MODERNAS

O Cebolinha encontra o seu amigo Cascão passeando de carro novo e fica louco para dar uma voltinha nele, mas dessa vez o seu parceiro está a fim de brincar sozinho. Quando a Mônica aparece e faz o Cascão brincar com ela a força, o Cebolinha fica morrendo de ciumes e tenta de tudo para estragar a brincadeira. Será que ele vai se dar bem?
Conheça o Programa
livre
TURMA DA MÔNICA

CINEMA EM CASA

O pai da Mônica compra um aparelho novo de DVD e de repente aumenta o numero de visitas de supresa à sua casa, e o mais estranho, todos trazem um filme para assistir no novo aparelho. Como a nossa amiguinha não é nem um pouco boba, ela começa a botar ordem na bagunça, e ai sobra pra todo mundo!
Conheça o Programa
livre
VIVI VIRAVENTO

VIVI VIRAVENTO - 22

Nas Terras Altas, na Escócia, Vivi, Mochilão e Lanterninha conhecem Megan, uma vaca escocesa que resolveu cortar o próprio cabelo sozinha. Só que o corte não deu muito certo e ela fica muito triste e com vergonha. Agora, Vivi e sua turma têm que achar a melhor solução para esse problema.
Conheça o Programa
livre
BOBOLÂNDIA MONSTROLÂNDIA

MAS QUE CHEFE

Otto e Lobi decidem participar de uma competição em um programa de culinária, mas os dois não sabem cozinhar. Eles agora precisam dar um jeito de vencer Franco na competição.
Conheça o Programa
livre
PLANETORAMA

BIPOLAR

Nessa aventura nossa tropa chega a um planeta onde todos os habitantes são solícitos e felizes. Isso até o momento em que o vulcão Polaris ruge, aí todos os habitantes passam a ser extremamente mal humorados e descontentes. Contando (as vezes sim e as vezes não) com a ajuda dos habitantes locais, eles terão que recolher um pouco da lava desse vulcão para fazer um conserto emergencial na fuselagem da nave para poder seguir viagem.
Conheça o Programa
livre
BORIS E RUFUS

HOLLYWOOD PORTÁTIL

UM VÍDEO DA DUPLA FAZ O MAIOR SUCESSO NA INTERPETNET. DESCONTENTE COM A PERDA DE AUDIÊNCIA, LEOPOLDO APELA PARA UMA MÁQUINA QUE TRANSFORMARÁ SEUS VÍDEOS EM PERIGOSAS SUPER-PRODUÇÕES.
Conheça o Programa
livre
MISSÃO PET

MISSÃO PET - 02 - BALULA E CÃES ATORES

A PRIMEIRA MISSÃO DE ALEXANDRE É AJUDAR UMA MÃE E UMA FILHA QUE NÃO CONSEGUEM CONVIVER EM HARMONIA, POR CONTA DE UMA CACHORRINHA AGRESSIVA E COMPULSIVA, CHAMADA BALULA. A OUTRA MISSÃO QUE ALEXANDRE TEM PELA FRENTE É AJUDAR A EQUIPE CINEMATOGRÁFICA NO SET DE FILMAGEM, CUJO FILME CONTERÁ CENAS COM CACHORROS ADESTRADOS PARA PARECEREM AGRESSIVOS.
Conheça o Programa
livre
REPORTER ECO

REPÓRTER ECO 1287

NO REPÓRTER ECO DE HOJE , VOCÊ VAI CONHECER O MAIS RECENTE TRABALHO DO MAWACA -O GRUPO QUE PESQUISA MÚSICA DOS MAIS DIVERSOS POVOS DA TERRA. SAIBA TAMBÉM COMO FOI POSSÍVEL REGISTRAR UMA IMAGEM INÉDITA DO UNIVERSO, QUE MARCOU A HISTÓRIA DA ASTRONOMIA. E AINDA , AS PLANTAS ALIMENTÍCIAS NÃO CONVENCIONAIS AGORA ENTRAM NO CARDÁPIO DA MERENDA ESCOLAR. AS CHAMADAS PANCS TêM VITAMINAS E NUTRIENTES E FAZEM PARTE DA ALIMENTAÇÃO DA REDE MUNICIPAL DE ENSINO DE JUNDIAÍ, NO INTERIOR PAULISTA. A PRIMEIRA FOTO REAL DE UM BURACO NEGRO FOI CAPTADA GRAÇAS AO ESFORÇO DE UMA EQUIPE INTERNACIONAL DE CIENTISTAS E TELESCÓPIOS DE ALTA TECNOLOGIA , INSTALADOS EM LOCAIS DIFERENTES DO PLANETA. A PESQUISADORA E DIRETORA MUSICAL MAGDA PUCCI FALA SOBRE A RECRIAÇÃO DA SONORIDADE DOS ÍNDIOS DA ETNIA KAYAPÓ.
Conheça o Programa
n
OS MELHORES DANÇARINOS DA NATUREZA

OS MELHORES DANÇARINOS DA NATUREZA - 2 - A DANÇA DA VIDA

Steve Backshall dá uma olhada em alguns movimentos extraordinários de dança que os animais realizam para sobreviver em todos os aspectos da vida. Com música de favoritos como Olly Murs, Meghan Trainor e os Bee Gees, vemos lêmures dançando balé e musculosos fazendo a conga para se locomover, baleias jubarte realizando uma rotina bem sincronizada para fazer uma refeição e desafiando os sapos se transformando em bolas de borracha atirando-se dos penhascos para escapar dos predadores. Este programa explora como a dança no mundo animal, seja rotinas individuais ou de grupo, é parte integrante da vida cotidiana.
Conheça o Programa
livre
MATÉRIA DE CAPA

MATÉRIA DE CAPA 321 - PESADELO DIGITAL

TERRITÓRIO LIVRE PARA ESPIÕES, SERVIÇOS DE INTELIGÊNCIA E BISBILHOTEIROS EM GERAL, A INTERNET SE TRANSFORMOU EM CAMPO DE BATALHA POLÍTICA E ECONÔMICA EM ESCALA GLOBAL. NO BRASIL, ÓRGÃOS DO GOVERNO SOFREM UM ATAQUE DIGITAL POR HORA. AS INVASÕES BUSCAM DADOS DE GRANDE VALOR ECONÔMICO, COMO INFORMAÇÕES SOBRE AS RESERVAS PETROLÍFERAS OU DADOS DO BANCO CENTRAL, ONDE ESTÃO GUARDADOS MUITOS SEGREDOS. A RECENTE INVASÃO DOS CELULARES DO JUIZ SERGIO MORO E DE PROCURADORES DA OPERAÇÃO LAVA JATO EXPÕE A VULNERABILIDADE DA SEGURANÇA NO UNIVERSO DIGITAL. NO EXTERIOR, MULTIPLICAM-SE OS EXEMPLOS DE FAKE NEWS E ATÉ DE VÍDEOS FALSOS, ONDE UMA PESSOA APARECE DIZENDO FRASES QUE ELA, NA VERDADE, NÃO PRONUNCIOU. E NÃO SE PODE ESQUECER QUE A RAPIDEZ DO LINCHAMENTO ELETRÔNICO NÃO ABRE TEMPO PARA A DEFESA. NO MATÉRIA DE CAPA DESTA EDIÇÃO.
Conheça o Programa
livre
METROPOLIS

METRÓPOLIS 2019 - DOMINGO 371 - 23/06/2019

Conheça o Programa
livre
PROVOCACOES

PROVOCACOES 468 - RUBENS EWALD FILHO

Provocações recebe um crítico de cinema. Ele é comentarista da entrega do Oscar e uma referência brasileira sobre tudo o que as pessoas devem assistir para seu próprio entretenimento. Metade dos filmes de que ele mais gosta não são americanos. Quem é? Ninguém menos que Rubens Ewald Filho. Rubens Ewald Filho já trabalhou nos maiores veículos de comunicação do país, entre eles, TV Cultura, Rede Globo, SBT, Record, revista Veja, Folha de São Paulo e HBO Brasil, nesse último como diretor geral de produção e promoção. O crítico de cinema mais conhecido no país vem ao Provocações falar sobre sua carreira, sua vida, sobre o mundo e como não podia deixar de ser, sobre cinema. Rubens, que já foi ator, declara logo no início do programa: “Eu fui ator para aprender como trabalhar em cinema”. E também: “Primeiro, para sobreviver, eu fui escrever novela”. Rubens Ewald Filho, também diretor de teatro, afirma que o cinema brasileiro não torna ninguém rico, e mais: “Eu não quero fazer cinema por uma série de razões, principalmente éticas (...) Eu não posso criticar cinema, querendo fazer cinema”. Ao ser perguntado se crítica cinematográfica existe no Brasil, Rubens responde que ela está morrendo, não só no Brasil, onde já morreu há alguns anos, mas a crítica de cinema está morrendo no mundo inteiro. Fã da atriz americana Debbie Reynolds, Rubens escreveu cerca de dez novelas e também organiza a coleção de livros “Aplauso”. Durante a entrevista com Antônio Abujamra, o crítico afirma que o mundo mudou e não para melhor, piorou. Rubens Ewald Filho também nos fala sobre pólo cinematográfico de Paulínia, que é, nesse momento, a única fonte de renda do cinema brasileiro. Qual o grande equívoco que as pessoas cometem ao falar de você? Rubens Ewald responde: “talvez esse, de achar que eu sou americanista”. No final do programa ele brinca: “A minha morte mais bonita que iria ter é: eu na Broadway, assistindo a uma peça e explodindo tudo”. ABUJAMRA LÊ TEXTO DE GOETHE
Conheça o Programa
16
GENIUS I - EINSTEIN

GENIUS I - EINSTEIN - 09

Tendo finalmente escapado da Alemanha pouco antes de Hitler chegar ao poder total, Einstein se instala na pequena cidade de Princeton, em Nova Jersey. Longe de sua antiga vida e família, Einstein trabalha para salvar seus entes queridos e colegas ainda sob a tirania dos nazistas. Com cientistas judeus sendo expurgados de suas posições na Alemanha, incluindo o herói de guerra e vencedor do Nobel, Fritz Haber, Einstein tenta garantir a passagem segura para os EUA para seus amigos e familiares, com resultados mistos. A medida que seu próprio trabalho cessa, o surgimento da física quântica ameaça desvendar a famosa carreira de Einstein. Novas teorias científicas de cientistas como Niels Bohr começam a pintar o universo como algo cheio de incerteza e improbabilidade. Recusando-se a aceitar a ciência como nada menos que simples e elegante, Einstein reforça seus esforços para provar que as teorias quânticas são incompletas e validam o trabalho de sua própria vida. Mas o foco de Einstein é desviado para assuntos mais iminentes quando ele toma conhecimento de uma ameaça científica em desenvolvimento que pode vencer a guerra pelos nazistas: a divisão do átomo. O famoso cientista Werner Heisenberg foi encarregado por Hitler de completar uma bomba atômica para a Alemanha. Entendendo os efeitos potencialmente alteradores do mundo dessa ameaça, Einstein se preocupa com o fato de que as pesquisas de Heisenberg possam levar à criação de uma superarma. Ele tenta convencer o presidente Roosevelt a agir de forma contrária, secretamente na esperança de encontrar uma maneira de evitar que qualquer poder use a tecnologia. Enquanto a corrida esquenta, trabalhando duro em seu laboratório na Alemanha nazista, Heisenberg não sabe que os EUA enviaram um espião para detê-lo… a qualquer custo. Mas depois que a tragédia atinge tanto em casa como na Europa, Einstein busca conforto nos braços de uma bela mulher russa, cujas intenções não são claras. Enquanto seus entes queridos o deixam, e novas teorias científicas passam por ele, Einstein se pergunta qual será seu verdadeiro legado.
Conheça o Programa
16
CAFÉ FILOSÓFICO 2019

ÉTICA E BIOÉTICA NOS DIAS DE HOJE

Artes Visuais na Semana de 22 Ana Paula Cavalcanti Simioni – cientista social Aqui no Brasil, no Movimento Modernista, algumas mulheres tiveram importância central, entre elas, as pintoras Anita Malfatti e Tarsila do Amaral. Diferente do que acontecia no resto do mundo, já na década de 20, precocemente a arte brasileira deu oportunidade para essas mulheres, mas só tardiamente deu a elas o devido reconhecimento. Os críticos não entendiam obras que iam além do que deveria produzir uma mulher daquela época e elas mesmas se sentiram pressionadas para reproduzir clichês do que era ser mulher. Uma mulher nunca era vista apenas como artista, sua obra estaria sempre relacionada a sua condição de esposa, de mãe e de musa.
Conheça o Programa
14
INSPIRA.MOV BRASIL II

LUIZ TATIT

9. LUIZ TATIT - Músico e professor universitário, Luiz Tatit foi o criador do Grupo Rumo e, após a dissolução da banda, mantém uma produtiva carreira solo. Neste programa, ele conta como o fascínio pela canção popular o levou a estudar seus mecanismos e a criar composições sofisticadas e bem humoradas que refletem sobre temas do cotidiano e sobre a própria linguagem.
Conheça o Programa
livre
RETRATOS DE FÉ

TEMPORADA I - 09 - IGREJA CATÓLICA ROMANA

Na cidade de São João Del Rei (MG), o novo padre Vinícius auxilia o bispo na missa de domingo, na tradicional Catedral do Pilar, onde uma multidão está reunida. A liturgia da luz celebra Cristo ressuscitado. Em Aparecida (SP), o presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, Dom Damasceno, mostra o santuário, comenta a evolução da Igreja Católica no país e avalia a atuação do novo líder da Igreja, o Papa Francisco. No Domingo de Ramos, moradores de Candeias (BA), relembram a entrada de Jesus em Jerusalém e utilizam ramos de oliveira para a encenação de sua chegada. Em Porto Alegre, as irmãs Scalabrinianas vivem pela profissão de conselhos evangélicos mediante os votos públicos de castidade, pobreza e obediência.
Conheça o Programa
livre
TRAJETÓRIAS

GERMANO MATHIAS

livre
FIGURAS DA DANÇA 2014

PAULO PEDERNEIRAS

Paulo Pederneiras é diretor, iluminador e cenógrafo. Assina projetos museográficos, de iluminação de óperas e intervenções no Brasil e exterior. Iniciou-se no mundo das artes como iluminador no Grupo Trans-Forma, de Marilene Martins, em Belo Horizonte, e posteriormente, em conjunto com seus irmãos, um grupo de amigos e o apoio dos pais - que cedem a casa onde moram - tem a iniciativa de fundar um grupo de dança, surgindo assim, o Grupo Corpo. Desde o início, atua como diretor-geral e artístico do Corpo e assina diversos projetos de iluminação e cenografia, que em conjunto com as coreografias de Rodrigo Pederneiras, resultam em uma singularidade artística e brasileira.
Conheça o Programa
12
MANOS E MINAS III

NEGO GALLO

No palco do Manos e Minas, Nego Gallo. Nego Gallo é um dos nomes mais importantes do rap nordestino. O MC tem referências de outros estilos como trap, funk e reggae. E o olhar sobre a periferia de Fortaleza passa por temas universais. “Veterano” foi lançado no início de 2019. A gente vai falar com o artista sobre as faixas, as inspirações e, claro, ouvir uma seleção especial. Diretamente do Rio Grande do Sul, Jamille Santos, no slam. - Tem estreia no Manos e Minas. Você vai conhecer o grafite do Mauro Neri, o Veracidade, do Projeto Irmagem, criado na Zona Sul de São Paulo. - Inspirada no texto de Chico Buarque e Paulo Pontes, a peça “Gota D’ Água Preta” tem direção de Jé Oliveira. Com elenco negro em sua maioria, o espetáculo é ambientado na periferia, com muita MPB e rap na trilha sonora. O Manos e Minas foi conhecer os bastidores dessa produção!
Conheça o Programa
12
MATÉRIA DE CAPA

MATÉRIA DE CAPA 317 - MISTÉRIOS DO UNIVERSO

OS MISTÉRIOS DO UNIVERSO. O FATO DE QUE OS CIENTISTAS CONSEGUIRAM REGISTRAR A PRIMEIRA IMAGEM DE UM BURACO NEGRO, LOCALIZADO NUMA GALÁXIA MUITO DISTANTE DA TERRA, DESPERTOU IMEDIATAMENTE UMA SÉRIE DE QUESTÕES. ENTRE ELAS, O QUE SÃO E COMO SE FORMAM OS BURACOS NEGROS? ESSE FOTOGRAFADO RECENTEMENTE É 6 BILHÕES E MEIO MAIOR DO QUE O SOL. EM ALGUM MOMENTO, UM DELES PODE SE APROXIMAR DA TERRA E ENGOLIR NOSSO PLANETA COM SUA IMPRESSIONANTE FORÇA GRAVITACIONAL? CADA NOVA CONQUISTA DA CIÊNCIA TRAZ DE VOLTA ANTIGAS QUESTÕES. POR EXEMPLO: OS CIENTISTAS SABEM QUE A GALÁXIA ONDE ESTÁ LOCALIZADO ESSE BURACO NEGRO FICA A 55 MILHÕES DE ANOS-LUZ DA TERRA. SERÁ QUE UM DIA VÃO DESCOBRIR OS LIMITES DO UNIVERSO? E SERÁ QUE É POSSÍVEL SABER QUANTAS ESTRELAS EXISTEM NOS CÉUS? TAREFA DIFÍCIL, MAS TEM GENTE TRABALHANDO NISSO. ESTA EDIÇÃO DO MATÉRIA DE CAPA ESTÁ REPLETA DE SURPRESAS.
Conheça o Programa
livre
REPORTER ECO

REPÓRTER ECO 1287

NO REPÓRTER ECO DE HOJE , VOCÊ VAI CONHECER O MAIS RECENTE TRABALHO DO MAWACA -O GRUPO QUE PESQUISA MÚSICA DOS MAIS DIVERSOS POVOS DA TERRA. SAIBA TAMBÉM COMO FOI POSSÍVEL REGISTRAR UMA IMAGEM INÉDITA DO UNIVERSO, QUE MARCOU A HISTÓRIA DA ASTRONOMIA. E AINDA , AS PLANTAS ALIMENTÍCIAS NÃO CONVENCIONAIS AGORA ENTRAM NO CARDÁPIO DA MERENDA ESCOLAR. AS CHAMADAS PANCS TêM VITAMINAS E NUTRIENTES E FAZEM PARTE DA ALIMENTAÇÃO DA REDE MUNICIPAL DE ENSINO DE JUNDIAÍ, NO INTERIOR PAULISTA. A PRIMEIRA FOTO REAL DE UM BURACO NEGRO FOI CAPTADA GRAÇAS AO ESFORÇO DE UMA EQUIPE INTERNACIONAL DE CIENTISTAS E TELESCÓPIOS DE ALTA TECNOLOGIA , INSTALADOS EM LOCAIS DIFERENTES DO PLANETA. A PESQUISADORA E DIRETORA MUSICAL MAGDA PUCCI FALA SOBRE A RECRIAÇÃO DA SONORIDADE DOS ÍNDIOS DA ETNIA KAYAPÓ.
Conheça o Programa
n
DE OLHO NA EDUCAÇÃO

DE OLHO NA EDUCAÇÃO - 14 AVALIAÇÕES CURRICULARES - 19/09/2018

O DE OLHO NA EDUCAÇÃO FALA SOBRE AS PROVAS COMO ENEM, IDEB, SAEB. TODAS ESSAS AVALIAÇÕES TÊM COMO OBJETIVO MEDIR O QUANTO OS ALUNOS CONSEGUIRAM APRENDER EM CADA ETAPA DO NOSSO SISTEMA DE ENSINO. ASSIM, O GOVERNO PODE TRAÇAR NOVAS ESTRATÉGIAS DE EDUCAÇÃO. ALÉM DISSO, EM ALGUNS CASOS, AS PROVAS TAMBÉM REPRESENTAM UM PASSAPORTE PARA OS MELHORES ESTUDANTES. HOJE COM MARIA INÊS FINI - PRESIDENTE DO INEP - INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA, QUE É LIGADO AO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO.
Conheça o Programa
livre
DOC TV II

PÉRICLES LEAL CRIADOR ESQUECIDO (PB)

O documentário Pericles Leal, o criador esquecido é um filme sobre a descoberta de um pioneiro da televisão brasileira que contribuiu para estabelecer as bases da teledramaturgia nacional nos anos cinqüenta quando esse moderno meio de comunicação de massas ainda dava seus primeiros passos atuando na extinta TV Pauista e TV Tupi. A partir do momento original de seus trabalhos de criação, fazendo poemas, contos, crônicas, reportagens, e escrevendo adaptações teatrais para o rádio, com o recurso a depoimento com pessoas que conviveram com ele, o documentário procura mostrar ao espectador, através de fragmentos materiais dessa memória que a semente lançada na Paraíba, guarda relação direta com seu futuro amadurecimento profissional quando passou a criar para a o jornal, a televisão, o mercado editorial de revistas, o teatro, em diversos gêneros. Para fins de uma melhor compreensão do público, o documentário apresenta esse movimento inicial do autor na Paraíba nos anos quarenta.
Conheça o Programa
livre
LETRA LIVRE

LETRA LIVRE 17

Convidados: Betty Milan e Cláudio Willer Seguem os tópicos que foram desenvolvidos: As perguntas quando não mencionadas quem fez ou foi o Manuel (apresentador) ou a platéia: PERGUNTAS BLOCO 1 • Betty: Você e o Willer estão identificados com dois fenômenos que tiveram originalmente um papel transgressivo, questionador, mas que hoje parecem incorporados à vida normal das pessoas: o surrealismo, no caso do Willer, a psicanálise, no seu. A psicanálise ainda representa uma forma de ver a realidade fora do senso-comum? Ela é uma fonte para a literatura, como foi para o surrealismo? • Donizete Galvão para Claudio Willer (surrealismo ainda é transgressor?) • Para ambos: Essas duas questões têm que ver com a idéia de que a literatura representa um desvio em relação à linguagem ordinária. O que é a literatura para vocês? PERGUNTAS BLOCO 2 • Pergunta Marcello Rollemberg para Betty Milan – Aliás, a gente tem uma outra pergunta nesse sentido para você, feita pelo poeta Donizete Galvão. • Pergunta Donizete para Betty Milan • Willer: Você faz parte de uma geração poética que buscou referências fora da idéia de uma literatura “nacional”? O Brasil e identidade nacional são um problema ultrapassado? Você se considera um poeta brasileiro? • Betty: Você escreveu livros sobre carnaval e futebol. Essas manifestações nos traduzem melhor do que arte e literatura? PERGUNTAS BLOCO 3 • Pergunta Marcello Rollemberg para Willer [geração 60] • Betty: Vc passou e passa muito tempo fora do Brasil e seus interlocutores parecem ser escritores europeus, franceses (lembrar livros de entrevistas A Força da Palavra e O Século). Qual a relação da sua ficção com a literatura brasileira? Quais suas referências, modelos literários? • Willer: Existem linhagens poéticas que ficaram esquecidas pela critica literária e pelo ensino de literatura? (lembrar de Murilo Mendes e Jorge de Lima como escritores que fogem ao padrão modernista/concreto) • Betty: Como você avalia a prosa contemporânea brasileira? Ela toca nas questões que p/ vc, como psicanalista e escritora, são fundamentais? PERGUNTAS BLOCO 4 Pergunta Donizete Galvão p/ Betty [humor x mimetização da realidade] – Explicar o que é “mimetização da realidade” • Willer: E no seu caso, a anarquia surrealista e beatnik tem função humorística? Ou sua poesia sempre carrega no tom sacrificial: “escrever é matar-se aos poucos”, como vc escreve no poema “A Chegada do Tempo”? • Betty: Vc escreve uma seção chamada “Consultório Sentimental” na revista Veja. Como fazer para isso não virar um balcão de aconselhamentos afetivos, uma repetição de clichês? • Willer: Apesar do caráter visionário, às vezes místico, da sua poesia, sua obra está impregnada pela cidade, em especial pela paisagem caótica de São Paulo. Qual o impacto dessa experiência da metrópole sobre a literatura? • Betty: Falando no tema, tão moderno, da cidade: você poderia escrever crônicas sobre São Paulo da mesma maneira que escreveu sobre Paris? (Mencionar o romance inédito Consolação, que tem uma epígrafe tirada do poema Uivo, de Allen Ginsberg, traduzido por Willer).
Conheça o Programa
livre