Fundação Padre Anchieta

Custeada por dotações orçamentárias legalmente estabelecidas e recursos próprios obtidos junto à iniciativa privada, a Fundação Padre Anchieta mantém uma emissora de televisão de sinal aberto, a TV Cultura; uma emissora de TV a cabo por assinatura, a TV Rá-Tim-Bum; e duas emissoras de rádio: a Cultura AM e a Cultura FM.

CENTRO PAULISTA DE RÁDIO E TV EDUCATIVAS

Rua Cenno Sbrighi, 378 - Caixa Postal 66.028 CEP 05036-900
São Paulo/SP - Tel: (11) 2182.3000

Televisão

Rádio

Acontece

A TV Rá Tim Bum completa 15 anos no dia 12 de dezembro. Para celebrar a data, o canal por assinatura da Fundação Padre Anchieta/TV Cultura preparou uma comemoração especial com quatro novos personagens: , Tim, Bum e ÉHora, exemplos de diversidade, que conquistarão as crianças e farão parte da programação a partir da próxima quinta-feira (12/12). O canal contará também com uma nova identidade visual que revisita a linguagem do primeiro programa Rá Tim Bum, da década de 90. Com 7 milhões de assinantes, o canal voltado a crianças de 0 a 8 anos pode ser visto em mais de 60 operadoras associadas à NEO TV, além de dez operadoras independentes como Embratel, Claro, Oi e Telefonica.

Os quatro novos personagens – criados pelo diretor de arte Gert Seewald e desenvolvida pela equipe da TV Rá Tim Bum,– estão diretamente ligados à linguagem do canal. Integrantes de uma banda, os bonecos se reúnem sempre em frente a uma escadaria, que é o ponto de encontro da turma no bairro.

João É Hora é um garoto de seis anos, mais conhecido pelo seu sobrenome pouco comum. É Hora é cadeirante e vive sempre correndo para lá e para cá, brincando e praticando esportes adaptados. Está sempre de bom humor e, nas poucas vezes em que fica nervoso, pode gaguejar um pouco na hora de falar. Além de tocar maraca, o pequeno É Hora também canta muito bem.

Raissa é uma garota de nove anos, descendente de árabes. Todos a chamam de . Ela usa um tampão em um dos olhos e nasceu com heterocromia - olhos de cores diferentes. Além de tocar caixa na banda, é quem organiza tudo: horários de ensaios, músicas a serem executadas e o lugar destinado a cada um durante as apresentações. Isso a deixa muito agitada e, nessas horas, ela pode se atrapalhar e esquecer objetos em vários lugares. Tem tendência a ser um pouco mandona.

Tim é uma garota de sete anos de idade, mas parece que é muito mais velha por causa de seu tamanho. Alta, pratica diversos esportes para compensar tudo o que come. Ou come para repor as energias que gasta por causa de tantas atividades físicas. Seja como for, é precoce em tudo, até já usa aparelhos nos dentes. Gosta de dizer que descende dos Vikings. Na banda, toca triângulo.

Bum é um menino de oito anos, sempre conectado às redes sociais e ao mundo digital. De descendência africana, seu nome completo é Caxambu Xinavane Bum. Caxambu quer dizer tambor, o instrumento que ele toca na banda. Xinavane significa “aquele que espalha a notícia”. E Bum é Bum mesmo. Talvez por causa do nome do meio, Bum espalha notícias como ninguém, o que lhe rende uma certa fama de fofoqueiro. Magrelo e desengonçado, a voz dele soa desafinada de vez em quando.

A TV Rá Tim Bum, nesta fase, criará cinco programetes que serão exibidos no decorrer da programação. Neles, a banda se reúne e toca a música comemorativa de aniversário da TV Tim Bum. E para 2020, o canal pretende continuar criando novas aventuras com os quatro personagens.

Uma outra novidade para o início de 2020 é o lançamento do aplicativo TV Rá Tim Bum.

Novidades na programação

Além dos novos personagens e identidade visual inédita, ainda em dezembro, a TVTim Bum trará novidades em sua programação. São elas:

- O Diário de Mika: Animação nacional e pré-escolar, nomeada no International Emmy Kids Awards de 2017, na categoria Kids Preschool, o maior e mais prestigiado prêmio atribuído à programas infantis, equivalente ao Oscar para o cinema. A série narra as descobertas de Mika, uma garotinha de quatro anos, junto de seus amigos imaginários – Puquê, Blablá, Bru, Javô, Abelhuda e Lilá. As aventuras da turma abordam temas educativos de forma lúdica e criativa.

- Os Cupins – 2ª temporada: Criada por Roberto Machado Júnior, a série de bonecos encanta pela musicalidade e pelas situações cada vez mais cômicas. Além dos impagáveis Cupim e Cupincha, pequenos moradores do piano do músico Joca, o programa traz personagens como Clarinha, Vida e Vidinha, o folgadão Bartô; Exatix, o Extraterrestre; Ratô, o detetive francês; o Coral Meia-Boca; e Queirós, o homem sem rosto.

- Jacarélvis: Animação infantil inédita na televisão, dos mesmos animadores da Galinha Pintadinha. Seu canal no YouTube tem mais de 280 mil inscritos e alguns de seus vídeos já ultrapassaram 7 milhões de visualizações. Conteúdos criados para tentar auxiliar mamães e papais em momentos importantes da criação das crianças, como alimentação, limpeza, comportamento, se exercitar etc.

- De Criança para Criança: Programa multimodal de linguagens que integra as modalidades verbal, visual, gestual e sonora. Na atração, os alunos assumem o protagonismo das tarefas contando com o apoio do professor na função de mediador. As crianças elaboram as histórias e os desenhos dentro da sala de aula, enquanto os professores são responsáveis por gravarem a leitura oral das histórias e enviarem para a plataforma junto com os respectivos desenhos. Os resultados são animações que perpetuam o que foi aprendido na escola e podem ser compartilhados com todos. Os cinco primeiros episódios serão: De Criança para Criança na TV!; De Criança para Criança – Diretrizes da ONU; De Criança para Criança – Criando Juntos; De Criança para Criança – Sentimentos e Emoções; e De Criança para Criança – Virtudes.

- O Badulaque: Quinze clipes inéditos do duo de música infantil formado por Daniel Ayres e Julia Pittier. Apresentando um repertório autoral, os arranjos da dupla são compostos a partir da utilização de instrumentos não convencionais, percussão corporal, sapateado, violão elétrico, piano e efeitos eletroacústicos. As letras das músicas focam na criatividade, na curiosidade e na inteligência da criança.

Sobre a TV Rá Tim Bum

Criada em 12 de dezembro de 2004, a TV Rá Tim Bum nasceu de um projeto inovador, reunindo a experiência da TV Cultura, premiada por sua programação infantil, ao conhecimento de pedagogos, psicólogos e especialistas em educação.

Importante incentivador à produção nacional, a TV Rá Tim Bum é um canal CABEQ – Canal Brasileiro de Espaço Qualificado - e conta, atualmente, com 7 milhões de assinantes. Sua programação oferece uma grande variedade de programas produzidos no Brasil, além de produções internacionais e segue fortalecendo o relacionamento com seu público, cuja faixa etária varia entre 0 e 8 anos, com prioridade para a fase pré-escolar.