Fundação Padre Anchieta

Custeada por dotações orçamentárias legalmente estabelecidas e recursos próprios obtidos junto à iniciativa privada, a Fundação Padre Anchieta mantém uma emissora de televisão de sinal aberto, a TV Cultura; uma emissora de TV a cabo por assinatura, a TV Rá-Tim-Bum; e duas emissoras de rádio: a Cultura AM e a Cultura FM.

CENTRO PAULISTA DE RÁDIO E TV EDUCATIVAS

Rua Cenno Sbrighi, 378 - Caixa Postal 66.028 CEP 05036-900
São Paulo/SP - Tel: (11) 2182.3000

Televisão

Rádio

Acontece

O Roda Viva entrevista Carlos Nobre, um dos maiores especialistas em meio ambiente no País. No programa apresentado por Daniela Lima, o cientista irá falar, entre outros assuntos, sobre o Sínodo da Amazônia, no Vaticano, que discutiu a destruição da floresta, e outros temas relacionados com a preservação dos recursos naturais no País. A entrevista, que vai ao ar a partir das 22h, na TV Cultura, também pode ser acompanhada no site da emissora, Twitter, Facebook, YouTube e no aplicativo Cultura Digital.

Graduado em Engenharia Eletrônica pelo Instituto Tecnológico da Aeronáutica, Nobre tem doutorado pelo Instituto de Tecnologia de Massachussets, MIT. Foi um dos autores do Quarto Relatório do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas-IPCC, que recebeu, junto com a equipe envolvida, o Prêmio Nobel da Paz, em 2007. Atualmente, é pesquisador sênior do Instituto de Estudos Avançados da USP e coordena o Projeto Amazônia 4.0, iniciativa que se destina a transformar a floresta num centro tecnológico e de empreendedorismo sustentável.

Carlos Nobre foi um dos três cientistas, da comunidade internacional, escolhidos para dar conferência aos bispos participantes do Sínodo da Amazônia, realizado neste mês no Vaticano, em Roma. Na proposta que o professor levou ao Sínodo, ele chama a atenção para a oportunidade de desenvolver um novo paradigma sustentável, aproveitando que o valor da floresta de pé é muito maior do que se for derrubada para a produção de commodities baratas. Pela primeira vez, segundo o documento, surge a oportunidade de desenvolver bioindústrias na Amazônia em várias escalas, desde a local, em pequenas comunidades, até em cidades, visando agregar valor aos produtos da região. Ao utilizar a ciência e as tecnologias avançadas, esta nova abordagem pode salvar a floresta, proteger os ecossistemas Amazônicos, os povos indígenas e as populações tradicionais.

O Roda Viva conta com uma bancada de entrevistadores formada por Marcelo Leite, colunista do jornal Folha de S. Paulo; Alexandra Ozorio de Almeida; diretora de redação da revista da Fapesp; Ricardo Arnt, jornalista e escritor, autor do livro O que os economistas pensam sobre sustentabilidade; Rafael Garcia, repórter de ciência do jornal O Globo; e Bernardo Esteves, repórter da Revista Piauí. O programa ainda tem a participação do cartunista Paulo Caruso.