Fundação Padre Anchieta

Custeada por dotações orçamentárias legalmente estabelecidas e recursos próprios obtidos junto à iniciativa privada, a Fundação Padre Anchieta mantém uma emissora de televisão de sinal aberto, a TV Cultura; uma emissora de TV a cabo por assinatura, a TV Rá-Tim-Bum; e duas emissoras de rádio: a Cultura AM e a Cultura FM.

CENTRO PAULISTA DE RÁDIO E TV EDUCATIVAS

Rua Cenno Sbrighi, 378 - Caixa Postal 66.028 CEP 05036-900
São Paulo/SP - Tel: (11) 2182.3000

Televisão

Rádio

Acontece

Alexandre Saji
Alexandre Saji O oncologista Drauzio Varella

Drauzio Varella, renomado oncologista e autor dos best-sellers ‘Estação Carandiru’ e ‘Primeiros Socorros’, foi o entrevistado do Roda Viva da última segunda-feira (10). Entre os assuntos debatidos, o médico comentou o funcionamento do Sistema Único de Saúde, o SUS.

“Os brasileiros não sabem o que é o SUS”, afirmou Drauzio. Para o doutor, os problemas de atendimento que afetam o sistema público de saúde estão relacionados à falhas em outros programas, que deveriam impedir que a pessoa necessitasse ir ao pronto-socorro. “A população fala: ‘O SUS é uma vergonha’. Vai para aquela fila do pronto-socorro ali, se você encontrar 10% daquelas pessoas que precisam realmente estar naquele lugar é muito. Porque o resto não funciona, o sistema não funcionou lá atrás. Não funcionou o Estratégia da Família, não funcionou a Unidade Básica de Saúde, não funcionou a UPA do local…”.

Ao comparar com o sistema público de saúde vigente na Inglaterra, o NHS, Drauzio Varella apontou as diferenças entre os países: “O sistema de saúde deles, um país rico, alto nível educacional, com boas condições de organização geral, até eu organizo o sistema de saúde. Quero ver aqui, 210 milhões de pessoas, tremenda desigualdade social, desigualdade geográfica...”.

Ainda, o oncologista falou um pouco sobre a realidade da medicina no Brasil, antes da elaboração do Sistema Único de Saúde. “Até 1988, quando surgiu o SUS [...] as pessoas que tinham carteira profissional assinada, tinham direito ao antigo INPS, Instituto Nacional da Previdência Social. Os outros não tinham direito a nada”, contou.


O Roda Viva, apresentado por Vera Magalhães, vai ao ar toda segunda-feira, às 22h, na TV Cultura.