Fundação Padre Anchieta

Custeada por dotações orçamentárias legalmente estabelecidas e recursos próprios obtidos junto à iniciativa privada, a Fundação Padre Anchieta mantém uma emissora de televisão de sinal aberto, a TV Cultura; uma emissora de TV a cabo por assinatura, a TV Rá-Tim-Bum; e duas emissoras de rádio: a Cultura AM e a Cultura FM.

CENTRO PAULISTA DE RÁDIO E TV EDUCATIVAS

Rua Cenno Sbrighi, 378 - Caixa Postal 66.028 CEP 05036-900
São Paulo/SP - Tel: (11) 2182.3000

Televisão

Rádio

Grade de Programação

Domingo, 14 de Outubro

ABERTURA DA EMISSORA

VIVER NATURAL

VIVER NATURAL 03 - FITOTERAPIA

HOJE, NOSSO ASSUNTO É FITOTERAPIA. FITOTERAPIA É A UTILIZAÇÃO DAS PLANTAS EM PREPARAÇÕES FARMACÊUTICAS QUE AUXILIAM NO TRATAMENTO DE DOENÇAS E NA MANUTENÇÃO E RECUPERAÇÃO DA SAÚDE E NO PROGRAMA SÃO ESCLARECIDAS AS UTILIZAÇÕES E CUIDADOS NESTE TRATAMENTO.
Conheça o Programa
livre
VIA LEGAL

VIA LEGAL 811

Considerada um marco da democracia do nosso país a Constituição Federal ampliou a Justiça social e garantiu direitos básicos. E muitas vezes a gente nem percebe o quanto ela faz parte do nosso dia a dia. Saúde, educação, moradia, trabalho, alimentação, segurança. O problema é que nem sempre o que está escrito é respeitado, como o Direito à saúde. Quanta gente espera por vagas em UTI’s, por exemplo? Um problema que acontece em todo o país. No Rio Grande do Sul, uma família precisou ir aos tribunais para garantir a internação da mãe com traumatismo craniano. Direitos iguais para mães adotivas e biológicas. Uma outra conquista da Constituição de 88. E agora, a Justiça usou essa determinação para ampliar esse Direito. No Rio de Janeiro, uma mãe que adotou uma criança com 12 anos conseguiu o salário-maternidade. Antes, a licença só era liberada para quem adotasse crianças mais novas. Direito à acessibilidade. Uma garantia prevista há 30 anos na Constituição e que até hoje, em muitos casos, é preciso brigar nos tribunais para conseguir. Como fizeram deficientes auditivos que não tinham acesso aos filmes nacionais por falta de legendas. Depois da ação na Justiça Federal em São Paulo, obras financiadas pelo BNDES deverão ter o chamado closed caption em língua portuguesa. A Constituição reconheceu que somos um país multiétnico e concedeu direitos aos povos indígenas. Mas isso não acabou com a invasão de terras por não-índios. Em Pernambuco, a Justiça deu prazo para que famílias de agricultores desocupem a reserva dos Pankararu. Todos são iguais perante a lei. Esse princípio da Constituição garante assistência jurídica gratuita a pessoas que precisam de um advogado e não tem dinheiro para pagar. Isso aconteceu com um servidor que estava com o salário comprometido. No Tribunal Regional Federal da 1ª Região ficou comprovada a falta de condições financeiras e ele pode ser atendido pela defensoria pública do Estado. O Via Legal é produzido pelo Conselho da Justiça Federal em parceria com os Tribunais Regionais Federais. O programa é exibido nas TVs Cultura e Justiça, além de outras 13 emissoras regionais. Confira os horários de exibição e assista também pela internet: www.youtube.com/programavialegal e www.youtube.com/cjf.
Conheça o Programa
livre
ES RURAL

ES RURAL - 05

A criação de búfalas é o principal destaque do ES Rural desta semana. Você vai conhecer uma fazenda que apostou na criação dos animais e está tendo bons lucros. O programa também vai te levar até Afonso Cláudio, na região serrana do Estado, para conhecer uma sala de degustação de café. E ainda: um passeio por um parque ecológico que conserva a vegetação de restinga.
livre
SAUDE BRASIL

PAF - PARAMILOIDOSE FAMILIAR

A PAF (Paramiloidose Familiar) é uma doença neurodegenerativa, rara, hereditária, progressiva e crônica que pode ser fatal. Ela também é conhecida por "doença dos pezinhos", pois inicialmente suas manifestações sensitivas acontecem primeiramente nos membros inferiores (pés). A PAF afeta homens e mulheres proporcionalmente e é mais incidente em descendentes de portugueses. Os principais órgãos acometidos pela doença são os nervos periféricos, o coração, o rim.
Conheça o Programa
livre
MISSA DE APARECIDA - CAMINHO DO ROSÁRIO - 14/10/2018 - BLOCO ÚNICO.

livre
VIOLA, MINHA VIOLA 2018

GRANDES ENCONTROS 03 (VIOLA 2018)

Programa especial do Viola, Minha Viola com a apresentação de Adriana Farias que destaca os grandes encontros que ocorreram no Viola. Participaram do programa os seguintes convidados:Inezita Barroso,Lia Melo, Carlinhos Mafasoli, Nonô Basílo, Juvenal Fernandes, Zé Garoto e Timbaré, Lorito, Valderi, Mizael, Sulino,Dominguinhos, Belchior, Vicente Barreto, Milionário e Robertinho, Irmãs Franco, Dino Franco, Silvinha e Eduardo Araújo, Irmãs Castro, Amaraí, Belmonte e Amaraí, Cezar e Paulinho.
Conheça o Programa
livre
SR. BRASIL

SR. BRASIL 513

Conheça o Programa
livre
MOSAICOS

A ARTE DE TIM MAIA

MOSAICOS – A ARTE DE TIM MAIA Documentário musical traz participações de Funk Como Le Gusta, Skowa, Carlos Dafé, Paulinho Guitarra, Graça Cunha e Paul van Wingerden “Tem que ouvir Tim Maia. Se não ouvir Tim Maia, não sabe o que é o funk e soul brasileiros”, comenta o cantor e compositor Skowa em depoimento para o programa MOSAICOS O documentário musical MOSAICOS resgata depoimentos e números musicais de Tim Maia de diversas épocas, pertencentes ao acervo da TV Cultura, a exemplo do cantor interpretando ao violão o sucesso “Azul da cor do mar”, em 1980, e de um encontro dele com Jorge Benjor, nos estúdios da extinta TV Tupi, na década de 1970. Para comentar a carreira de Tim Maia (1942-1998), MOSAICOS promove o encontro de três personagens que conviveram com o Síndico: os compositores Carlos Dafé e Skowa e o instrumentista Paulinho Guitarra. O documentário musical se completa com as participações de Funk Como Le Gusta, Graça Cunha e Paul van Wingerden, interpretando algumas das músicas mais representativas do homenageado.
Conheça o Programa
livre
PRELÚDIO

PRELÚDIO 2018 - 4ª ELIMINATÓRIA (2ª FASE)

Conheça o Programa
livre
MINIDOCS - SHOWS

ARISMAR DO ESPÍRITO SANTO + LÉA FREIRE

Conheça o Programa
livre
MORANGUINHO: AVENTURAS EM TUTTI FRUTTI - II

MORANGUINHO: AVENTURAS EM TUTTI FRUTTI - II - 9 - AS MELHORES FÉRIAS DO MUNDO

Assim que as garotas começam a aproveitar suas férias em seu mais novo resort, a apresentadora de tv Mavis Salada de Frutas aparece para fazer um programa com Cerejinha e interrompe os planos das meninas. Cerejinha tenta de várias formas manter Mavis longe dali, mas isso levará mas tempo do que suas férias para fazer isso. No fim, as garotas percebem que toda a graça que tiveram com isso foi maior do que as férias que haviam planejado.
Conheça o Programa
livre
COCORICÓ III

COCORICÓ III - 180 - UMA PAIXÃO SEM PÉ NEM CABEÇA

ALÍPIO ANDA MEIO TRISTE DESDE QUE A ÉGUA DO VIZINHO, A FIFI, VIAJOU. LOLA E ZAZÁ COMENTAM O FATO COM PATA VINA. NO DIA SEGUINTE COISAS ESTRANHAS COMEÇAM A ACONTECER NA FAZENDA. SURGEM MARCAS DE FERRADURA PELO CHÃO. SE NÃO SÃO DO ALÍPIO E NEM DA FIFI, DE QUEM SERÃO ENTÃO? PATA VINA COMENTA COM JULIO E JOÃO QUE ALÍPIO GANHOU UMA NOVA ADMIRADORA: “A MULA SEM CABEÇA”. OS MENINOS DECIDEM INVESTIGAR E LOGO OUTRAS PISTAS SURGEM NA FAZENDA. ORIBA AJUDA-OS A DESVENDAR O MISTÉRIO.
Conheça o Programa
livre
TURMA DA MÔNICA

CAMPO DE GUERRA

“Ameaçado” por goteiras, Cascão imagina-se como bombeiro, piloto espacial, capitão pirata...
Conheça o Programa
livre
VIVI VIRAVENTO

VIVI VIRAVENTO - 02

Vivi, Mochilão e Lanterninha chegam a Tóquio, no Japão, e conhecem Elvis, um microfone que se perdeu durante uma turnê. Elvis precisa da ajuda dos novos amigos para voltar ao seu karaokê. Para isso, eles têm que enfrentar lutadores de sumô e ninjas misteriosos.
Conheça o Programa
livre
BOBOLÂNDIA MONSTROLÂNDIA

MONSTRENGOS DE BOLSO

Todos os amigos de Otto estão jogando Prakemom Bobo e Otto decide se enturmar e baixa o aplicativo também. Otto então começa a evoluir seus bichinhos e Witchelly alerta que é perigoso evoluir até o nível 100, mas Otto não se importa e evolui todos os seus bichos a esse nivel. Quando a cidade muda para Monstrolândia, percebe-se que nesta os monstros nível 100 saem do celular e Otto precisa dar um jeito nisso
Conheça o Programa
livre
PLANETORAMA

VENTUNO

O planeta visitado agora se chama Ventuno. O lugar onde o vento faz a curva. E o objetivo aqui é capturar um tipo de vento para refrigerar um equipamento da nave. Os habitantes desse planeta vivem andando com um fio amarrado, bem como as construções e outros elementos da cidade. Para completar a missão, eles dão um jeito de capturar o vento, levar até a nave, mas isso causa um grande transtorno para os habitantes, então eles têm que arrumar outro jeito de realizar a tarefa, de maneira que não prejudique toda a população.
Conheça o Programa
livre
LARVA - COLETÂNEA

LARVA - COLETÂNEA - 21

Conheça o Programa
livre
REPÓRTER RÁ TEEN BUM

REPÓRTER RÁ TEEN BUM 30 - SEGUNDA TEMPORADA

É o primeiro programa de notícias totalmente dedicado a crianças e adolescentes, integra uma rede internacional de notícias presente em 16 países. Apresentados pela âncora teen Nathália Falcão, o programa aborda comportamento, política, atualidades e muitos outros assuntos de forma inovadora e revolucionária trazidos pelas próprias crianças e adolescentes. Matéria 1 (Head Line) Social Skate 2584E000123 “Gira, girou” (What's UP) Arte de Argila 2584E000066 "Você viu? (Short News) Escola do Futuro (2371E003528 / 2371E003529) “É nóis!” (Teen Report)Bebês Reborn 2584E000122
Conheça o Programa
livre
VAMOS PEDALAR IV

VAMOS PEDALAR IV - 06

No episódio 6 desta temporada, vamos conhecer Flávia Campos criadora do BMX Para Meninas. Uma série sobre bicicletas especiais com Mario Canna: hoje é sobre a bicicleta dinamarquesa Pedersen. Caetano Barreira fala sobre a Velodrame. Novas tecnologias e lançamentos para o mundo das bicicletas com CEO da Bikestation Sandro Wuicik e Cezar Freitas da Garmin BR. Vamos conhecer a atleta Vivi Favery que conta sua experiência com a Cannondale Brasil Racing.
Conheça o Programa
livre
A VIDA SECRETA DOS CÃES

livre
REPORTER ECO

REPÓRTER ECO 1259

NO REPÓRTER ECO DE HOJE , VOCÊ ACOMPANHA O DOCUMENTÁRIO QUE REVELA OS LOCAIS SAGRADOS DOS INDÍGENAS DA ETNIA TUKANO , NO NOROESTE DA AMAZÔNIA. CONHEÇA TAMBÉM O CASAL QUE AJUDA A SALVAR DA EXTINÇÃO UMA PALMEIRA NATIVA DA MATA ATLÂNTICA. E AINDA ,PESQUISA FEITA EM ÁRVORES CONTA A HISTÓRIA DA POLUIÇÃO EM SÃO PAULO. A ANÁLISE DE CASCAS E DOS ANÉIS DE CRESCIMENTO CONSTATA QUE ,NOS ÚLTIMOS 30 ANOS, DIMINUIU OS NÍVEIS DE CONTAMINAÇÃO NA CIDADE POR METAIS PESADOS. A PALMEIRA JUÇARA, FAMOSA PELO PALMITO DO MESMO NOME, É PROTEGIDA POR EDITE E FÁBIO CANTEIRO, EM UMA RESERVA PARTICULAR. E , FILME REGISTRA EXPEDIÇÕES EM BUSCA DA SABEDORIA E DAS NARRATIVAS SOBRE O ORIGEM DO MUNDO FEITAS PELOS POVOS DA FLORESTA.
Conheça o Programa
n
BEBÊS ANIMAIS

BEBÊS DAS MONTANHAS

Montanhas cobrem quase um quarto da superfície terrestre, e ainda são alguns dos locais mais desafiadores para os animais viverem. É difícil o suficiente sobreviver nesses penhascos e montanhas cobertas de neve sendo um adulto experiente, mas para um bebê é um esforço imenso. Bebês das montanhas devem enfrentar climas extremos e predadores famintos. Com alimento escasso, eles têm que trabalhar duro para cada bocado. Só de vagar por esse ambiente perigoso é uma tarefa difícil para os mais novos. Veja uma lhama desajeitada que precisa ficar de pé já com minutos de vida; o filhote de cabra selvagem, que cruza rios montanhosos; e o jovem boi almiscarado escapando das presas de lobos famintos. Acompanhamos a história desses filhotes durante os dias mais perigosos de suas vidas. É uma imensa aventura, e todos esses obstáculos precisam ser superados se eles quiserem crescer para se tornarem adultos bem sucedidos.
Conheça o Programa
livre
MATÉRIA DE CAPA

MATÉRIA DE CAPA 299 - REGIMES DEMOCRÁTICOS

O QUE VEM ACONTECENDO COM A DEMOCRACIA? COMO EXPLICAR QUE, APÓS UM ACENTUADO CRESCIMENTO NA SEGUNDA METADE DO SÉCULO VINTE, ELA ENTROU EM DECLÍNIO NESTE NOVO SÉCULO? ATUALMENTE, DOS QUASE 200 PAÍSES EXISTENTES NO MUNDO, APENAS 19 SÃO CONSIDERADOS DEMOCRACIAS PLENAS. E SÓ 30 RESPEITAM PLENAMENTE A LIBERDADE DE IMPRENSA, UM DOS PILARES FUNDAMENTAIS DOS REGIMES DEMOCRÁTICOS. NESTA EDIÇÃO, VAMOS TENTAR RESPONDER A ALGUMAS QUESTÕES QUE PREOCUPAM, OU DEVERIAM PREOCUPAR, OS ADEPTOS DO PRINCÍPIO DO "GOVERNO DO POVO, PARA O POVO", COMO DEFENDIA UM CERTO ABRAÃO, LÁ PELOS IDOS DO SÉCULO DEZENOVE. O QUE PODE TORNAR A DEMOCRACIA MAIS RESISTENTE A ATAQUES POPULISTAS E EXTREMISTAS? ATÉ QUE PONTO INSTITUIÇÕES COMO O JUDICIÁRIO E O LEGISLATIVO SÃO CAPAZES DE EVITAR RETROCESSOS? ESSES SÃO APENAS ALGUNS DOS ASSUNTOS QUE VOCÊ VAI VER NESTA EDIÇÃO DO MATÉRIA DE CAPA.
Conheça o Programa
livre
METROPOLIS

METRÓPOLIS 2018 - DOMINGO 335 - 14/10/2018

NO METRÓPOLIS DE DOMINGO A CANTORA NORTE-AMERICANA DIANE REEVES FALA DAS INFLUÊNCIAS E CONTA AS HISTÓRIAS COM OS MÚSICOS BRASILEIROS. FALANDO EM MÚSICA E HISTÓRIA, A TRAJETÓRIA DO ILÊ AIYÊ, O BLOCO QUE QUEBROU BARREIRAS NO CARNAVAL BAIANO. EVA WILMA E SUELI FRANCO ESTÃO NO PALCO, CONVERSANDO E DISCUTINDO EM QUARTA FEIRA SEM FALTA LÁ EM CASA. TEM A SÉRIE DE TV INDIANA JOGOS SAGRADOS, A ESTREIA DO FILME NASCE UMA ESTRELA, OS BASTIDORES DA PRODUÇÃO DA MOSTRA DO CHINÊS AI WEI WEI EM SÃO PAULO E OS PRIMEIROS PASSOS DO RAPPER EMICIDA NA LITERATURA INFANTIL.
Conheça o Programa
livre
CAMAROTE 21

CAMAROTE 21 - 111 (PODE SER REPRISADO VERSÃO 1 ATÉ 31/12/2018)

Camarote.21 - Especial Festival de Jazz de Montreux (com sorteio em 11/10/2018) Festival de Jazz de Montreux: meio século de história da música em um só lugar. Desde 1967, o festival celebra a linguagem universal do som. Um festival que, apesar do jazz no nome, reúne os mais diversos gêneros: do rock à MPB. - Um dos riffs de guitarra mais conhecidos da história do rock: "Smoke on the Water", da banda inglesa Deep Purple. A música é também conhecida como o “hino de Montreux”, e este ano ganhou até homenagem oficial da cidade. Escrita e gravada em Montreux, em 1971, a “fumaça sobre a água” se refere ao incêndio do Cassino à beira do lago, que na época, ainda sediava o festival. Veja a entrevista exclusiva do Camarote.21 com Ian Gillan, vocalista da banda. - Parceria entre o Festival de Montreux e a Escola Politécnica de Lausanne: carro sonoro chamado "Nina", uma alusão a Nina Simone, pretende rodar o mundo reproduzindo o acervo histórico do festival. - Confira uma entrevista com Margareth Menezes e Mart'nália. - 2018 celebra 40 anos da primeira participação brasileira em Montreux. Há quatro décadas, Gilberto Gil se tornava o pioneiro da música brasileira nos palcos do festival. Em 2018, ele volta a Montreux com um show produzido pelo flho, Bem Gil: "Refavela 40", uma homenagem aos também 40 anos do álbum Refavela.
Conheça o Programa
12
CAFÉ FILOSÓFICO 2018

ADOLESCENTES E ADULTOS: TUDO FORA DO EIXO

Série: Adolescência em cartaz Palestrantes/curadoria: Diana Corso e Mario Corso – psicanalistas (CF 20,21 22) Os autores de Adolescência em cartaz: psicanálise e filmes para entendê-la recorrem ao cinema para lançar um olhar psicanalítico sobre a adolescência. Época de colocar a família em cheque, de amizades e amores intensos, de uma relação de fascínio e horror com o espelho, tempo de bravatas, riscos e de inquietudes para seus adultos. Esta série apresenta dá ênfase ao que tira o sono dos mais velhos. CF20 - Adolescentes e adultos: Tudo fora do eixo É na adolescência que os jovens mais precisariam que os mais velhos mantivessem algum equilíbrio. Infelizmente, estes costumam também entrar em crise. Tudo fica fora do eixo, principalmente os adultos que compreendem a adolescência através da lente de seus preconceitos e fantasias, pois mesmo depois de ultrapassado esse tempo, ainda guardamos em nós o adolescente que fomos. E é preciso ter coragem de olhar para ele. Coragem, sim, porque ele nos cobra dos planos que traímos... Mas quando é que alguém de fato deixa de ser adolescente e debuta na vida adulta? E quando é que a adolescência começou a existir como uma fase marcada da vida?
Conheça o Programa
14
PERSONA EM FOCO

LUCÉLIA SANTOS

Conheça o Programa
14
JAZZ SINFÔNICA BRASIL

JAZZ SINFÔNICA BRASIL - 05

Conheça o Programa
14
FUTURANDO

FUTURANDO - 112

Veja os destaques desta semana: - Como os astronautas sobrevivem no espaço? Para passar meses no espaço, astronautas precisam de muita tecnologia. Desde roupas específicas a estação ou módulo espacial. - Por que astronautas ainda não voltaram à lua? Depois de quase meio século da última viagem, ciência enfrenta falta de dinheiro e, por incrível que pareça, de tecnologia que dê suporte para uma missão tripulada até a lua. - Como prever convicções políticas pelas mídias sociais - Pesquisadores analisaram mais de um bilhão de perfis que conectam eleitores de Hillary e Trump a marcas conhecidas. - Entenda a língua dos gatos - Os gatos têm sua própria língua. Ela não é usada apenas para se comunicar uns com os outros, mas para se dirigir a nós, humanos. - Como ouvem os cães? Frequências mais baixas até são percebidas de maneira igual por humanos e cachorros. Mas quando passamos às mais altas isso muda.
Conheça o Programa
livre
FIGURAS DA DANÇA 2014

PAULO PEDERNEIRAS

Paulo Pederneiras é diretor, iluminador e cenógrafo. Assina projetos museográficos, de iluminação de óperas e intervenções no Brasil e exterior. Iniciou-se no mundo das artes como iluminador no Grupo Trans-Forma, de Marilene Martins, em Belo Horizonte, e posteriormente, em conjunto com seus irmãos, um grupo de amigos e o apoio dos pais - que cedem a casa onde moram - tem a iniciativa de fundar um grupo de dança, surgindo assim, o Grupo Corpo. Desde o início, atua como diretor-geral e artístico do Corpo e assina diversos projetos de iluminação e cenografia, que em conjunto com as coreografias de Rodrigo Pederneiras, resultam em uma singularidade artística e brasileira.
Conheça o Programa
12
MANOS E MINAS III

MARIANA MELLO

Neste programa o Manos e Minas recebe Mariana Mello. Representando a cena dos slams, Everson Anderson. Matérias: - Nosso videorreporter Rodney Suguita foi conhecer os irmãos Black Power. - Fomos acompanhar a primeira Batalha de Passinho, no centro cultural Santo Amaro.
Conheça o Programa
livre
MATÉRIA DE CAPA

MATÉRIA DE CAPA 298 - DINHEIRO ILEGAL

A SUIÇA QUER MUDAR SUA IMAGEM. O GOVERNO - E ATÉ OS BANQUEIROS - GARANTEM QUE ESTÃO EMPENHADOS EM FAZER COM QUE O PAÍS DEIXE DE SER VISTO COMO O MAIOR CENTRO DE LAVAGEM DE DINHEIRO DO MUNDO. PARA ISSO, DEU INÍCIO A UM PROCESSO DE CONFISCO DE BILHÕES DE DÓLARES DE PROCEDÊNCIA SUSPEITA, LEVADOS POR DITADORES, POLÍTICOS OU FUNCIONÁRIOS CORRUPTOS DE DIVERSOS PAÍSES. E MAIS: O GOVERNO PROMETE DEVOLVER ESSE DINHEIRO AOS PAÍSES DE ORIGEM E ESTABELECER REGRAS RÍGIDAS PARA ABERTURA DE NOVAS CONTAS. POR ENQUANTO, O VALOR DEVOLVIDO AINDA É PEQUENO. O BRASIL JÁ COMEÇOU A VER A COR DESSE DINHEIRO, MAS OUTROS PAÍSES CONTINUAM AGUARDANDO. E JÁ QUE ESTAMOS FALANDO EM MILHÕES OU BILHÕES DE DÓLARES, VOCÊ FAZ IDEIA DE QUANTOS DÓLARES CABEM NUMA PEQUENA MALA ? E PARA ALGUNS MILHÕES, QUAL É O ESPAÇO NECESSÁRIO? ESSES SÃO APENAS ALGUNS DOS ASSUNTOS QUE VOCÊ VAI VER NESTA EDIÇÃO DO MATÉRIA DE CAPA.
Conheça o Programa
livre
ORDEM DO DIA II

ORDEM DO DIA II - 19 - DIREITO À ALIMENTAÇÃO

Conheça o Programa
livre
REPORTER ECO

REPÓRTER ECO 1259

NO REPÓRTER ECO DE HOJE , VOCÊ ACOMPANHA O DOCUMENTÁRIO QUE REVELA OS LOCAIS SAGRADOS DOS INDÍGENAS DA ETNIA TUKANO , NO NOROESTE DA AMAZÔNIA. CONHEÇA TAMBÉM O CASAL QUE AJUDA A SALVAR DA EXTINÇÃO UMA PALMEIRA NATIVA DA MATA ATLÂNTICA. E AINDA ,PESQUISA FEITA EM ÁRVORES CONTA A HISTÓRIA DA POLUIÇÃO EM SÃO PAULO. A ANÁLISE DE CASCAS E DOS ANÉIS DE CRESCIMENTO CONSTATA QUE ,NOS ÚLTIMOS 30 ANOS, DIMINUIU OS NÍVEIS DE CONTAMINAÇÃO NA CIDADE POR METAIS PESADOS. A PALMEIRA JUÇARA, FAMOSA PELO PALMITO DO MESMO NOME, É PROTEGIDA POR EDITE E FÁBIO CANTEIRO, EM UMA RESERVA PARTICULAR. E , FILME REGISTRA EXPEDIÇÕES EM BUSCA DA SABEDORIA E DAS NARRATIVAS SOBRE O ORIGEM DO MUNDO FEITAS PELOS POVOS DA FLORESTA.
Conheça o Programa
n
DOC TV II

SANTA DICA DE GUERRA E FÉ (GO)

No dia 13 de abril de 2005 comemorou-se o centenário da Santa Dica. O documentário propõe a busca pela história, pouco conhecida, dessa líder religiosa e política, uma mulher à frente do seu tempo. Ela foi a única expressão, em Goiás, de movimento messiânico, ocorrido em várias regiões do Brasil. Foi, também, a única mulher a enfrentar publicamente e com força política o coronelismo goiano. O diretor mostra, utilizando a linguagem do cinema direto, a polêmica e a influência que a figura dessa mulher ainda causa, após 35 anos de sua morte.A equipe foi subdividida em dois grupos para as gravações, passando por várias cidades - Jaraguá, Goianésia, Pirenópolis, Vila Propício e alguns distritos de cidades goianas. Foram utilizadas duas câmeras digitais, uma com ênfase no entrevistado e a outra, direcionada para a dinâmica dos acontecimentos em torno do momento registrado. A história da Dica é marcada por um sincretismo religioso latente e muitas curas. Num terreiro de umbanda, em Aparecida de Goiânia, o “padrinho” de santo Willian Sérgio, nascido pelas mãos da “madrinha” Dica, construiu uma templo especial para as entidades espirituais que se manifestavam na Santa.Surpreendentemente, a equipe encontrou no terreiro um evangélico, da Assembléia de Deus, batizado há cinco anos, com uma foto de Santa Dica no bolso. Ele estava lá para reverenciá-la.Na casa onde Dica atendia pessoas com enfermidades, funciona, atualmente, um centro para reuniões de assistência espiritual, dirigido por Divina Soares, que se auto-intitula sucessora de Santa Dica, e, também, possui dons especiais. Isso causa polêmica na cidade e entre os familiares da milagreira.
Conheça o Programa
10
LETRA LIVRE

LETRA LIVRE 17

Convidados: Betty Milan e Cláudio Willer Seguem os tópicos que foram desenvolvidos: As perguntas quando não mencionadas quem fez ou foi o Manuel (apresentador) ou a platéia: PERGUNTAS BLOCO 1 • Betty: Você e o Willer estão identificados com dois fenômenos que tiveram originalmente um papel transgressivo, questionador, mas que hoje parecem incorporados à vida normal das pessoas: o surrealismo, no caso do Willer, a psicanálise, no seu. A psicanálise ainda representa uma forma de ver a realidade fora do senso-comum? Ela é uma fonte para a literatura, como foi para o surrealismo? • Donizete Galvão para Claudio Willer (surrealismo ainda é transgressor?) • Para ambos: Essas duas questões têm que ver com a idéia de que a literatura representa um desvio em relação à linguagem ordinária. O que é a literatura para vocês? PERGUNTAS BLOCO 2 • Pergunta Marcello Rollemberg para Betty Milan – Aliás, a gente tem uma outra pergunta nesse sentido para você, feita pelo poeta Donizete Galvão. • Pergunta Donizete para Betty Milan • Willer: Você faz parte de uma geração poética que buscou referências fora da idéia de uma literatura “nacional”? O Brasil e identidade nacional são um problema ultrapassado? Você se considera um poeta brasileiro? • Betty: Você escreveu livros sobre carnaval e futebol. Essas manifestações nos traduzem melhor do que arte e literatura? PERGUNTAS BLOCO 3 • Pergunta Marcello Rollemberg para Willer [geração 60] • Betty: Vc passou e passa muito tempo fora do Brasil e seus interlocutores parecem ser escritores europeus, franceses (lembrar livros de entrevistas A Força da Palavra e O Século). Qual a relação da sua ficção com a literatura brasileira? Quais suas referências, modelos literários? • Willer: Existem linhagens poéticas que ficaram esquecidas pela critica literária e pelo ensino de literatura? (lembrar de Murilo Mendes e Jorge de Lima como escritores que fogem ao padrão modernista/concreto) • Betty: Como você avalia a prosa contemporânea brasileira? Ela toca nas questões que p/ vc, como psicanalista e escritora, são fundamentais? PERGUNTAS BLOCO 4 Pergunta Donizete Galvão p/ Betty [humor x mimetização da realidade] – Explicar o que é “mimetização da realidade” • Willer: E no seu caso, a anarquia surrealista e beatnik tem função humorística? Ou sua poesia sempre carrega no tom sacrificial: “escrever é matar-se aos poucos”, como vc escreve no poema “A Chegada do Tempo”? • Betty: Vc escreve uma seção chamada “Consultório Sentimental” na revista Veja. Como fazer para isso não virar um balcão de aconselhamentos afetivos, uma repetição de clichês? • Willer: Apesar do caráter visionário, às vezes místico, da sua poesia, sua obra está impregnada pela cidade, em especial pela paisagem caótica de São Paulo. Qual o impacto dessa experiência da metrópole sobre a literatura? • Betty: Falando no tema, tão moderno, da cidade: você poderia escrever crônicas sobre São Paulo da mesma maneira que escreveu sobre Paris? (Mencionar o romance inédito Consolação, que tem uma epígrafe tirada do poema Uivo, de Allen Ginsberg, traduzido por Willer).
Conheça o Programa
livre