Fundação Padre Anchieta

Custeada por dotações orçamentárias legalmente estabelecidas e recursos próprios obtidos junto à iniciativa privada, a Fundação Padre Anchieta mantém uma emissora de televisão de sinal aberto, a TV Cultura; uma emissora de TV a cabo por assinatura, a TV Rá-Tim-Bum; e duas emissoras de rádio: a Cultura AM e a Cultura FM.

CENTRO PAULISTA DE RÁDIO E TV EDUCATIVAS

Rua Cenno Sbrighi, 378 - Caixa Postal 11.544 CEP 05036-900
São Paulo/SP - Tel: (11) 2182.3000

Televisão

Rádio

Acontece

shutterstock.com
shutterstock.com

Foi andando em um corredor do Hospital das Clínicas que o conheci. Manjou minha estampa. Confessou de cara seu amor pelo Corinthians. Falou sobre futebol com uma intimidade singular. Eu estava lá pra esperar minha mãe se recuperar de uma cirurgia. Enquanto ele convalescia de algum procedimento similar. Fato é que bastaram dois ou três encontros pra que eu nunca mais deixasse de falar com ele. Passado algum tempo fez como havia prometido. Enviou pra minha casa parte dos trabalhos que realizava pra que eu pudesse entender melhor do que se tratava.

Antônio Olaia é um especialista em ciclobiologia. Uma mistura de matemática, biorritmo e astrologia. Quando semanas atrás ele me ligou na véspera do embate entre Corinthians e Nacional pra dizer que o momento do elenco corintiano tinha tudo pra complicar a vida de Tite, apontando - como sempre faz nessas horas - os jogadores que estavam na alta e na baixa, lembrei de outras previsões e não encontrei motivos pra duvidar. Ao longo dos últimos anos foram tantos acertos. Coisa de impressionar. E descartem a hipótese de coincidência, pois uma breve pesquisa irá mostrar que foram vários os momentos nas últimas décadas em que o senhor Olaia mostrou do que era capaz a ciclobiologia.

Em 90 avisou, por exemplo, que o Brasil cruzar com Maradona na Copa não era uma boa, como não foi. Mas vocês sabem como é o futebol, se hoje em dia, quatro décadas depois dele começar a emprestar seus conhecimentos ao jogo de bola ainda há quem não esteja convencido nem mesmo da ajuda que a psicologia pode dar, imagine quando se trata da ciclobiologia. Tudo bem que nunca será tarefa fácil dizer pra estrela do time que hoje é melhor ficar no banco de reservas porque os astros andam dizendo que ele está em baixa, que essa situação compromete o rendimento e deixa o corpo muito vulnerável a lesões. Não se trata disso, há muitas maneiras de tirar proveito do conhecimento e de estudos que pelo que pude perceber desde que conheci Antônio Olaia são ricos em resultados.

Não pensem também que esse tipo de ajuda nunca foi oferecida a muitos dos nossos treinadores. O trabalho de Olaia já foi aplicado em muitos clubes com resultados de se admirar. Mas nem os treinadores ditos mais modernos pelo visto deram à ciclobiologia a devida atenção. Juro que pensei em pedir pro Seo Olaia tabular lá algumas coisas sobre a próxima rodada. Assim, quem sabe, vocês pudessem ter uma percepção melhor da coisa. Mas pedir pra alguém tão vivido, do alto de seus cabelos brancos, colocar seu conhecimento à prova não seria elegante. Olaia não tem dúvidas de que a astrologia é o DNA do futebol mundial. Mas o futebol não está nem aí, não quer saber dos astros.