Fundação Padre Anchieta

Custeada por dotações orçamentárias legalmente estabelecidas e recursos próprios obtidos junto à iniciativa privada, a Fundação Padre Anchieta mantém uma emissora de televisão de sinal aberto, a TV Cultura; uma emissora de TV a cabo por assinatura, a TV Rá-Tim-Bum; e duas emissoras de rádio: a Cultura AM e a Cultura FM.

CENTRO PAULISTA DE RÁDIO E TV EDUCATIVAS

Rua Cenno Sbrighi, 378 - Caixa Postal 66.028 CEP 05036-900
São Paulo/SP - Tel: (11) 2182.3000

Televisão

Rádio

Acontece

Acervo TV Cultura
Acervo TV Cultura Inezita Barroso no Viola, Minha Viola, em 1980

São Paulo, 22 de agosto de 2018 – O Viola, Minha Viola – Especial deste domingo (26/8) exibe uma edição singular para celebrar o Dia do Folclore, comemorado em 22 de agosto. No programa, são levadas ao ar apresentações clássicas da cantora e apresentadora do Viola Inezita Barroso, uma das maiores defensoras da cultura folclórica brasileira. Apresentado pela violeira Adriana Farias, o especial inédito vai ao ar às 9h, na TV Cultura, no canal da atração no YouTube e no aplicativo Cultura Digital.

Nesta edição, o público tem a oportunidade de conhecer um pouco mais o Brasil por meio do folclore e das manifestações religiosas de algumas regiões. A viagem pela cultura do país é conduzida pela própria Inezita, em trechos de apresentações e ensinamentos sobre o assunto que foram exibidos ao longo dos quase 35 anos em que ela esteve à frente do programa.

Em suas andanças pelo Brasil, no final da década de 50, Inezita recolheu várias músicas do folclore nacional e anotou aquilo que presenciava em um caderno de bolso. O resultado desse trabalho foi um dos maiores legados de registros de manifestações folclóricas e religiosas do País.

Inezita também deu aulas em algumas instituições de ensino e ganhou o título de doutora honoris causa pela Universidade de Lisboa. Além disso, a artista ainda foi indicada a uma cadeira na Academia Paulista de Letras, em 2015.

O repertório do programa inclui Capoeira do Salomão, com Abadá Capoeira; Benzim, com Robero Correa; Divisão do Boi, com Oswaldinho do Acordeon; Peixe Vivo, Tamba-Tajá e Meu Limão, Meu Limoeiro, com Regional Viola, Minha Viola; e Festa de Ogum, com Orquestra Fervorosa.