Fundação Padre Anchieta

Custeada por dotações orçamentárias legalmente estabelecidas e recursos próprios obtidos junto à iniciativa privada, a Fundação Padre Anchieta mantém uma emissora de televisão de sinal aberto, a TV Cultura; uma emissora de TV a cabo por assinatura, a TV Rá-Tim-Bum; e duas emissoras de rádio: a Cultura AM e a Cultura FM.

CENTRO PAULISTA DE RÁDIO E TV EDUCATIVAS

Rua Cenno Sbrighi, 378 - Caixa Postal 66.028 CEP 05036-900
São Paulo/SP - Tel: (11) 2182.3000

Televisão

Rádio

Acontece

Pelo segundo ano consecutivo, a TV Cultura será a emissora oficial do Festival Folclórico de Parintins. Em parceria com a TV A Crítica, a TV pública paulista coloca o evento e a cultura do Amazonas em rede nacional: 137 milhões de habitantes de 26 estados, além do Distrito Federal, poderão acompanhar os três dias de festa na Ilha Tupinambarana. A atração vai ao ar na sexta-feira (29/6), a partir das 22h, e no sábado (30/6) e no domingo (1º/6), às 21h.

Além das cinco horas e meia de transmissão em cada dia, com links da arena e surpresas direto dos camarotes, a emissora também exibirá no Jornal da Cultura e no Metrópolis reportagens sobre a maior ópera a céu aberto do mundo. Já com o intuito de aproximar a cultura brasileira do público infantil, tanto a TV Cultura quanto a TV Rá Tim Bum! passam a incluir em suas grades programetes sobre a história da festa.

A cobertura integra uma série de ações da emissora que visam promover as tradições nacionais em todo o País. Das três maiores festas populares brasileiras – Carnaval, São João e Parintins – a TV pública exibe duas.

Sobre o Festival Folclórico de Parintins

O Festival de Parintins é um dos maiores eventos festivos do Brasil, realizado anualmente na cidade de Parintins, no Amazonas. Sempre no último fim de semana de junho, o evento apresenta, a céu aberto, uma disputa entre dois grupos centenários de Boi-Bumbá: o Caprichoso, de cor azul, e o Garantido, de cor vermelha. A atração se tornou uma das maiores expressões da cultura regional. Durante três noites, no Centro Cultural da cidade, conhecido como Bumbódromo, as duas associações exploram temáticas como lendas, rituais indígenas e costumes dos ribeirinhos por meio de alegorias e encenações. Parte do calendário oficial de eventos em Parintins desde 1965, o Festival tem grande relevância nacional, tornando-se objeto de atenção da mídia e atração turística.