Fundação Padre Anchieta

Custeada por dotações orçamentárias legalmente estabelecidas e recursos próprios obtidos junto à iniciativa privada, a Fundação Padre Anchieta mantém uma emissora de televisão de sinal aberto, a TV Cultura; uma emissora de TV a cabo por assinatura, a TV Rá-Tim-Bum; e duas emissoras de rádio: a Cultura AM e a Cultura FM.

CENTRO PAULISTA DE RÁDIO E TV EDUCATIVAS

Rua Cenno Sbrighi, 378 - Caixa Postal 66.028 CEP 05036-900
São Paulo/SP - Tel: (11) 2182.3000

Televisão

Rádio

Acontece

Edilson Rodrigues
Edilson Rodrigues

Nesta segunda-feira (26/3), o Roda Viva sabatina Sérgio Moro na primeira entrevista ao vivo concedida pelo juiz da Lava Jato à televisão brasileira. A edição especial também marca a despedida do apresentador Augusto Nunes, que esteve à frente do jornalístico nos últimos cinco anos. A atração vai ao ar ao vivo, às 22h15, na TV Cultura, no Facebook, no YouTube, no aplicativo Cultura Digital, no site da emissora, e terá cobertura em tempo real pelo Twitter.

Após 4 anos, a Lava Jato já localizou 11,5 bilhões de reais desviados de empresas estatais, dos quais 1 bilhão e 900 milhões já retornaram aos cofres públicos. No entanto, muito se discute sobre a possibilidade da operação perder força e sofrer eventuais retrocessos, algo semelhante ao que ocorreu com a Operação Mãos Limpas, na Itália. Uma das principais ameaças é a suspensão da prisão de condenados em segunda instância, que poderia ser encarada como um sinal de derrocada. Dentro desse contexto, o juiz Sérgio Moro, um dos nomes mais significativos da operação, vem ao Roda Viva para conceder sua primeira entrevista ao vivo. Ele responderá a questões sobre o funcionamento da Lava Jato, os resultados alcançados após 4 anos de operação e os encargos que cabem a ele enquanto juiz federal da 13ª Vara Criminal Federal.

A edição especial também marca a despedida do âncora Augusto Nunes do Roda Viva. A relação do jornalista com o programa teve início em 29 de setembro de 1986, quando ele foi um dos entrevistadores na estreia do tradicional programa. Em 1987, Augusto assumiu a mediação do jornalístico pela primeira vez, permanecendo no posto por dois anos consecutivos. Em agosto de 2013, voltou à frente do programa, aproximando-se da marca de 500 entrevistas e debates, quando somados aos números de sua primeira passagem pela atração. De maneira emocionada, ele anunciou em 15 de março, em blog no portal da revista Veja, a sua despedida do Roda Viva. No texto, Augusto reforçou o orgulho por encerrar esse ciclo com a entrevista com um personagem de extrema relevância para o cenário nacional atual: “para mim, não poderia haver despedida mais honrosa”.

Participam da bancada João Caminoto, diretor de jornalismo do Grupo Estado; Sérgio Dávila, editor-executivo do jornal Folha de S.Paulo; Daniela Pinheiro, diretora de redação da revista Época; Ricardo Setti, jornalista e escritor; e Fernando Mitre, diretor de jornalismo da Rede Bandeirantes.

O programa também conta com a participação do cartunista Paulo Caruso.