Fundação Padre Anchieta

Custeada por dotações orçamentárias legalmente estabelecidas e recursos próprios obtidos junto à iniciativa privada, a Fundação Padre Anchieta mantém uma emissora de televisão de sinal aberto, a TV Cultura; uma emissora de TV a cabo por assinatura, a TV Rá-Tim-Bum; e duas emissoras de rádio: a Cultura AM e a Cultura FM.

CENTRO PAULISTA DE RÁDIO E TV EDUCATIVAS

Rua Cenno Sbrighi, 378 - Caixa Postal 66.028 CEP 05036-900
São Paulo/SP - Tel: (11) 2182.3000

Televisão

Rádio

Acontece

Criança, televisão e Quintal da Cultura são uma boa combinação. Por isso, a TV Cultura resolveu misturar todos esses ingredientes para celebrar os 67 anos da TV no Brasil. Nesta segunda-feira, 18 de setembro, às 10h20 e às 17h20, o infantil leva ar o especial inédito Televisão. A data marca os 67 anos da inauguração da TV Tupi, primeira emissora do País. Dividido em esquetes, o programa recria programas emblemáticos e momentos marcantes dessa trajetória.

Em um dos quadros, Minhoquias convida Doroteia, Ludovico e Osório para participar de uma novela escrita e dirigida por ela. Maria do Quintal tem Doroteia como Maria, uma menina que sofre com os maus tratos da madrasta Malvina, interpretada por Osório. Mas a história muda seu rumo quando surge um simpático senhor, Alejandro Gutiérrez Bolaños, vivido por Ludovico.

Ainda no especial Televisão, por meio da Máquina de Ideias Geniais, Ludovico descobre como foi a inauguração do primeiro canal de TV no Brasil. No estúdio de TV da Tupi estão o diretor Cassiano Gabus Mendes (Osório), que dá as últimas instruções, e Assis Chateaubriand (Ludovico), que conta a uma jornalista sobre a inauguração da TV. Em substituição a Hebe Camargo, Lolita Rodrigues (Doroteia) chega para cantar o Hino da TV Brasileira.

Em outra esquete, Ludovico Show, Osório enfrenta um super desafio sobre os programas infantis da TV Cultura para ganhar um controle remoto universal. Para encerrar, o Quintal de Versos traz o poema O Pai, de Renata Pallottini, que serve de inspiração para mais uma história. O filho (Ludovico) está diante da televisão, zapeando. Irritado, ele olha para o retrato do pai (Osório) e começa a questioná-lo.