Fundação Padre Anchieta

Custeada por dotações orçamentárias legalmente estabelecidas e recursos próprios obtidos junto à iniciativa privada, a Fundação Padre Anchieta mantém uma emissora de televisão de sinal aberto, a TV Cultura; uma emissora de TV a cabo por assinatura, a TV Rá-Tim-Bum; e duas emissoras de rádio: a Cultura AM e a Cultura FM.

CENTRO PAULISTA DE RÁDIO E TV EDUCATIVAS

Rua Cenno Sbrighi, 378 - Caixa Postal 11.544 CEP 05036-900
São Paulo/SP - Tel: (11) 2182.3000

Televisão

Rádio

Acontece

Foto: Nadja Kouchi
Foto: Nadja Kouchi Concerto Rádio Cultura FM - 40 Anos

Neste sábado (15/7), o programa Clássicos exibe um especial em homenagem aos 40 anos da Rádio Cultura FM (103,3). Realizado na Sala São Paulo, o evento contou com a participação dos apresentadores da Cultura FM, incluindo os maestros Júlio Medaglia, João Carlos Martins, Jamil Maluf e Diogo Pacheco, dos cantores Leonardo Neiva e Fortuna, e da Orquestra Prelúdio. Vai ao ar às 21h30, na TV Cultura.

Desde o começo de abril, a rádio tem apresentado uma programação especial às sextas-feiras, 40 anos em 40 programas, série que relembra participações e depoimentos de personalidades que marcaram a trajetória da emissora.

Unindo informação e boa música, a Rádio Cultura FM (103,3) leva a seu público, diariamente, nos últimos 40 anos, uma programação de qualidade. No ar desde 11 de julho de 1977, é considerada a mais importante emissora dedicada à música erudita do Brasil. Seus arquivos abrigam gravações de importantes orquestras do Brasil e do mundo, além de especiais que, ao longo desses anos, foram produzidos com grandes nomes da música erudita nacional e internacional.

Atualmente, a Cultura FM tem o alcance de mais de 200 mil ouvintes na capital paulista e região metropolitana. É a única rádio de São Paulo com uma programação voltada predominantemente para a música de concerto e, entre seus apresentadores e comentaristas, destacam-se os mais importantes nomes da música e crítica do país, entre eles os maestros João Carlos Martins, Júlio Medaglia, Diogo Pacheco, Jamil Maluf e os pianistas Marcelo Bratke e Gilberto Tinetti, entre outros importantes músicos, poetas, cronistas e críticos musicais.

Foi dirigida, nos primeiros anos, pelo ator Sérgio Viotti, que estabeleceu um estilo de programação no padrão das grandes emissoras europeias da época. Segundo José Roberto Walker, diretor da Cultura FM, “a emissora mantém um público cativo e atrai cada vez mais jovens, especialmente aqueles que se dedicam à música”.