Fundação Padre Anchieta

Custeada por dotações orçamentárias legalmente estabelecidas e recursos próprios obtidos junto à iniciativa privada, a Fundação Padre Anchieta mantém uma emissora de televisão de sinal aberto, a TV Cultura; uma emissora de TV a cabo por assinatura, a TV Rá-Tim-Bum; e duas emissoras de rádio: a Cultura AM e a Cultura FM.

CENTRO PAULISTA DE RÁDIO E TV EDUCATIVAS

Rua Cenno Sbrighi, 378 - Caixa Postal 11.544 CEP 05036-900
São Paulo/SP - Tel: (11) 2182.3000

Televisão

Rádio

Acontece

Foto: Nadja Kouchi
Foto: Nadja Kouchi Candidatos da 1ª eliminatória

A competição que reúne talentos da música erudita do Brasil chega à sua 13ª edição neste ano de 2017. Apresentado por Roberta Martinelli e pelo maestro e diretor artístico Júlio Medaglia, o programa estreia no próximo domingo (2/7), às 12h, na TV Cultura.

A nova temporada do show de calouros traz muitas novidades. Neste ano, o número de competidores chega a 48, um aumento considerável se comparado aos 32 do ano passado, devido ao alto nível dos candidatos inscritos. Outra mudança significativa é maior participação da Orquestra Prelúdio: além de integrar as performances dos candidatos, ela também terá direito ao voto. Até 2016, apenas os jurados decidiam os vencedores de cada etapa.

Falando em jurados, o programa conta com convidados que se intercalam ao longo das fases eliminatórias, como Ana Botafogo, Fortuna, Antonio Del Claro, Miguel Proença, Tullio Colacioppo e Irineu Franco Perpétuo.

Entre tantas novidades, um rosto já conhecido dos fãs do Prelúdio está de volta. A cantora Tania Moura, que já havia participado do programa, tenta mais uma vez conquistar o prêmio: uma bolsa de estudos de três anos na Academia Franz Liszt, em Budapeste, oferecida pela Embaixada da Hungria.

Nas 12 eliminatórias, estão presentes jovens músicos que vão dos 13 aos 27 anos. O mais novo deles é Estefan Vergara, pianista natural de Curitiba, no Paraná. Alguns dos candidatos têm bastante experiência apesar da pouca idade. É o caso de integrantes da Orquestra Jovem do Estado e da Orquestra de Heliópolis.

A atração apresenta logo em sua primeira eliminatória uma raridade na música erudita. Bruno de Sá Nunes, de 27 anos, entra na competição como sopranista, algo inusitado, pois costumeiramente são as mulheres que desenvolvem esse talento musical.

Também disputam as primeiras vagas o trompista André Vieira Rocha, de Tatuí (SP), o contrabaixista paulistano Marcus Vinícius de Oliveira Figueiredo da Silva e Robson do Carmo Junior, violinista que vive na Suíça e voltou ao Brasil para participar do programa.