Fundação Padre Anchieta

Custeada por dotações orçamentárias legalmente estabelecidas e recursos próprios obtidos junto à iniciativa privada, a Fundação Padre Anchieta mantém uma emissora de televisão de sinal aberto, a TV Cultura; uma emissora de TV a cabo por assinatura, a TV Rá-Tim-Bum; e duas emissoras de rádio: a Cultura AM e a Cultura FM.

CENTRO PAULISTA DE RÁDIO E TV EDUCATIVAS

Rua Cenno Sbrighi, 378 - Caixa Postal 11.544 CEP 05036-900
São Paulo/SP - Tel: (11) 2182.3000

Televisão

Rádio

Acontece

Divulgação
Divulgação O entrevistado da próxima segunda-feira, Fernando Gabeira

Nesta segunda-feira, dia 6, o Roda Viva entrevista o jornalista e ex-deputado federal Fernando Gabeira. O programa vai ao ar ao vivo, às 22h, na TV Cultura, no YouTube e no Facebook.

Durante a entrevista, Gabeira comenta sobre a história recente da política brasileira e os principais temas da atualidade no país e no mundo.

O entrevistado

Fernando Gabeira, escritor, jornalista e ex-deputado federal pelo Rio de Janeiro (1998-2010), nascido em 1941, é mineiro de Juiz de Fora e carioca por opção desde 1963. É conhecido pela sua atuação no Partido Verde, defendendo posições polêmicas em questões consideradas como tabus na cultura política brasileira (como a profissionalização da prostituição, o casamento homossexual e a descriminalização da maconha).

Destacou-se como jornalista, logo no início da carreira, na função de redator do Jornal do Brasil, onde trabalhou de 1964 a 1968. No final dos anos 60, ingressou na luta armada contra a ditadura militar. Foi preso e exilado.

Em dez anos de exílio, esteve em vários países. Testemunhou no Chile, em 1973, o golpe militar que derrubou Salvador Allende. Mais tarde, retrataria a queda e o assassinato de Allende em roteiro para a TV sueca. Na Suécia, país onde viveu mais tempo durante o exílio, exerceu desde o jornalismo, principalmente na Rádio Suécia, até a função de condutor de metrô, em Estocolmo. Com a anistia, voltou ao Brasil no final de 1979.

Em sua trajetória, além da política e do jornalismo, Gabeira também dedicou-se a uma intensa produção literária, incluindo as obras O que é isso Companheiro, O crepúsculo do Macho e Goiânia, Rua 57 – O nuclear na Terra do Sol.